Estado segue em risco alto para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus