Após a gestão paranaense, o Estado do MS deverá assumir o órgão