Falta de peças motivou decisão envolvendo fábrica de Gravataí