Um projeto-piloto para a elaboração de um protocolo de segurança para a realização de festas infantis foi apresentado em reunião virtual na quarta-feira (7) à secretária da Saúde, Arita Bergmann, e equipe, por representantes da área de eventos. O objetivo é a flexibilização do modelo de distanciamento controlado para que possam ser realizadas festas infantis com os cuidados sanitários necessários para o controle do coronavírus. O protocolo, assim que for aprovado, servirá de base para a realização de um evento-teste ainda sem data definida para acontecer. O assunto vem sendo discutido por órgãos do governo do Estado, incluindo o Comitê de Dados, com participação da Assembleia Legislativa.

A secretária Arita disse que “é importante que seja construída, de forma conjunta, a melhor alternativa com vistas à segurança das pessoas que vão participar de um evento infantil, para que o momento não se transforme numa possibilidade de transmissão do coronavírus, tem que ser uma festa feliz, um momento de confraternização e celebração”, ressaltou.

Lembrou que já existem portarias que podem servir de regramento para a proposta em questão e que a análise técnica sobre a viabilização do projeto deverá ficar a cargo do comitê de crise, que delibera sobre a flexibilização do modelo de distanciamento controlado.

Questões como uso de pratos e talheres, distância das mesas, higienização dos brinquedos e comportamento dos convidados na hora do “Parabéns a você” foram debatidas pelos presentes.

O presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, participou da reunião, assim como a diretora do Departamento de Ações em Saúde, Ana Costa. Está agendada para esta semana reuniões nos mesmos moldes com a área de eventos como formaturas e também bailes.