Banco projeta que carteira de crédito poderá crescer até 15% neste ano

O resultado é o melhor para o primeiro trimestre desde a abertura de capital, em 2007

O Banrisul registrou, no primeiro trimestre de 2021, lucro líquido de R$ 278,9 milhões, 8,3% acima do registrado no mesmo período de 2020, e rentabilidade anualizada de 13,2% sobre o patrimônio líquido médio. O desempenho do período reflete o menor fluxo de despesa de provisão para perdas de crédito, o crescimento da carteira de crédito rural e a redução das despesas administrativas. O resultado é o melhor para o primeiro trimestre desde a abertura de capital, em 2007.

O patrimônio líquido alcançou R$ 8,6 bilhões em março de 2021, aumento de R$ 512,2 milhões ou 6,3% em 12 meses. Os ativos totais apresentaram saldo de R$ 95,4 bilhões em março de 2021, incremento de 14,6% em relação ao registrado em março de 2020, ampliação proveniente, em especial, do crescimento na captação de depósitos.

A carteira de crédito do Banrisul registrou saldo de R$ 36,9 bilhões em março de 2021, com crescimento de R$ 666,4 milhões ou 1,8% nos 12 meses. O resultado decorre, especialmente, do crédito rural, que registrou saldo de R$ 3,5 bilhões, com aumento de R$ 746,8 milhões ou 27,5% em um ano. Clique aqui para acessar os resultados do banco na íntegra.

Na projeção do banco, a carteira de crédito deve obter um crescimento entre 11% e 15%, índice abaixo do alcançado por outras instituições financeiras. Para Claudio Coutinho, presidente do Banrisul, os concorrentes oferecem outras linhas de crédito, algumas atreladas ao dólar, o que por si só pode fazer com que o nível de crescimento seja maior. “A segunda onda de Covid frustrou um pouco, porém, há um cenário econômico global positivo. Além disso, as pessoas estão ansiosas por consumir. Acredito que teremos um boom de consumo passada a pandemia. No segundo semestre a imunização vai ganhar tração e teremos ganho de confiança”, prevê. Segundo ele, o banco seguirá com sua estratégia de oferecer crédito consignado, atender pessoas físicas, micro e pequenas empresas, mercado imobiliário e o agronegócio.