Márcio Alaor de Araujo
Márcio Alaor de Araujo

A ergonomia é uma área de estudos que pode ser desenvolvida no ambiente de trabalho com intuito de encontrar soluções e ideias para promover a saúde e bem-estar dos colaboradores. O empresário Marcio Alaor de Araújo explica que a prática é fundamental para garantir melhores condições aos funcionários durante a execução de suas obrigações.

Marcio Alaor de Araújo, especialista financeiro, informa que a ergonomia pode ser aplicada de diversas formas no trabalho, cada uma voltada para uma determinada atuação do colaborador em seu setor. Assim, o empresário reuniu cinco tipos de ergonomia que podem ser desenvolvidos no ambiente de trabalho:

Ergonomia participativa

A ergonomia participativa é esclarecida por Marcio Alaor de Araújo como um modo de incluir e dar voz aos próprios trabalhadores. Nela, são formados núcleos de fiscalização e que se encarregam de levar solicitações dos demais colaboradores para os que atuam na execução e formação da ergonomia na empresa. 

Ergonomia de correção

A ergonomia de correção consiste na análise de possíveis melhorias e confronto ou eliminação de incômodos que são prejudiciais no ambiente de trabalho. Marcio Alaor de Araújo reforça que, nesse processo, são estudadas questões como iluminação, disposição dos móveis, eliminação de ruídos e temperatura, com intuito de promover melhores condições aos trabalhadores.

Ergonomia física

Esse estudo está voltado às condições físicas, ou seja, à anatomia do trabalhador. Marcio Alaor de Araújo ressalta que o processo busca garantir a postura durante o exercício, a diminuição da repetição de movimentos, bem como manuseio adequado de ferramentas e materiais de trabalho, promovendo segurança e saúde. 

Ergonomia cognitiva

A ergonomia cognitiva busca eliminar o estresse, cansaço e formação de conflitos ocasionados pelo ambiente de trabalho. Marcio Alaor de Araújo ressalta que o intuito é a diminuição dos picos de estresse, ansiedade e desgaste que afetam diretamente a memória e concentração dos colaboradores. 

Ergonomia operacional

Por fim, a ergonomia operacional funciona como uma maneira de estabelecer atividades de qualidade e de resultados para a empresa e que, ao mesmo tempo, não sobrecarregue os colaboradores. Marcio Alaor de Araújo comenta que são elaborados projetos que ofereçam boas condições de trabalho e que não atrapalhem a produção da companhia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui