Enquanto Brasil e Paraguai não concluem as negociações para a renovação do Anexo C do acordo de Itaipu — nesta seção ficam definidos os arranjos financeiros entre os países —, o estado do Paraná montou um grupo de trabalho para encontrar uma forma de morder um pedaço das receitas da gigantesca hidrelétrica. O governo de Ratinho Júnior acredita que, pelo impacto ambiental que Itaipu causa do estado, o Paraná teria direito a uma compensação à la royalties da mineração. É sempre uma boa receita, afinal, as contas de Itaipu são todas em dólar.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter