Paulo Guedes disse há pouco que “não acredita” que Rogério Marinho tenha falado mal dele.

Se não acreditasse mesmo, o ministro viraria as costas e deixaria de lado os jornalistas que o questionavam sobre a mais nova intriga.

Guedes, no entanto, foi além: “Se falou mal de mim, é despreparado, desleal ou fura teto”.

Marinho, que está trabalhando nesse momento em São Paulo, diz que não vai responder ao novo ataque.

Continua após a publicidade