Militar de 41 anos e a família foram arrastados pelo mar para o fundo de uma lagoa, segundo os bombeiros. Corporação gaúcha emitiu nota lamentando a morte do soldado que estava de férias em Santa Catarina. Lagoa na Praia do Rosa em SC onde soldado da BM de RS morreu afogado
Corpo de Bombeiros/Reprodução
Um soldado da Brigada Militar do Rio Grande do Sul morreu após se afogar em Imbituba, no Litoral Sul de Santa Catarina, neste sábado (6). Ele salvou o filho e o sobrinho, que também estavam se afogando, antes de ser arrastado pelo mar.
O afogamento ocorreu na lagoa que fica na Praia do Rosa. A família estava no lago, mas com a ressaca e a maré alta na região, a força das ondas levou pai, filho e sobrinho para o fundo.
Luis Fernando de Abreu Fagundes, de 41 anos, conseguiu salvar os dois menores, mas foi arrastado e submergiu, contaram populares aos bombeiros. Guarda-vidas, que atuam na praia, realizaram buscas e encontraram a vítima quase uma hora depois.
Procedimentos para tentar reanimá-lo foram realizados, mas o soldado morreu no local. As idades do filho e sobrinho do soldado não foram reveladas. Segundo o Instituto Médico Legal de Tibarão, o corpo foi liberado para a família na tarde deste sábado.
A Brigada Militar emitiu nota lamentando a morte. Luis Fernando estava de férias em Santa Catarina. Soldado desde 2006, ele atuava no 15º Batalhão de Polícia Militar, de Canoas, e atualmente servia na 3ª Companhia da região.
Segundo os bombeiros, essa lagoa onde ele se afogou tem pontos que chegam a 10 metros de profundidade. Na área, há guarda-vidas monitorando a praia, mas não a lagoa. Em fevereiro do ano passado, outro turista gaúcho morreu no mesmo local.
Lagoa do meio na praia do Rosa em Imbituba
Bombeiros/Divulgação
SC registra maré alta e há alerta para riscos de alagamentos
VÍDEOS: Mais assistidos do G1 SC
Veja outras notícias do estado no G1 SC