Orientação foi feita em conjunto com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde. Grupo também fará levantamento sobre necessidade do uso de tendas para ampliar estruturas de atendimento. Secretária de Saúde do RS, Arita Bergmann
Marília Bissigo/Divulgação SES
A Secretaria Estadual da Saúde (SES) divulgou, neste domingo (28), uma orientação para que os postos de saúde do Rio Grande do Sul ampliem o horário de atendimento ao público. A recomendação foi feita após reunião do órgão com representantes do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde e deve ser oficializada nesta segunda-feira (1).
A SES destacou o papel das unidades básicas de saúde no atendimento de pacientes com sintomas leves de Covid-19. Segundo titular da pasta, Arita Bergmann, a medida é justificada pelo momento da pandemia no RS. Neste domingo, o estado registrou mais 49 mortes por coronavírus, com 96,4% de ocupação nas UTIs.
“Mais do que nunca, é hora de manter as unidades básicas de saúde abertas e funcionando, se possível, em horários estendidos e nos finais de semana, para garantir que toda a população possa ter acesso a atendimento de saúde e não lote as UPAS e as emergências”, afirmou a secretária.
O presidente do Conselho das Secretarias e secretário de Saúde de Canoas, Maicon Lemos, citou o papel da atenção básica para aliviar a carga nos pronto atendimentos e prontos socorros.
“É preciso ampliar este acesso para desafogarmos as UPAS e os prontos socorros”, diz Maicon.
Montagem de tendas
Além da recomendação para a ampliação do horário dos postos, a SES e o Conselho de Secretarias confirmaram a realização de um levantamento que indicará quais municípios precisam de apoio para reforçar a estrutura de atendimento ao público.
Tendas do Exército poderão ser utilizadas para ampliar a capacidade física das unidades de saúde, reforçando a triagem de pacientes em locais de maior porte. A Defesa Civil do RS já foi acionada para auxiliar nos esforços.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS