Ao todo, 28.866 pessoas morreram em razão do coronavírus no estado. Rio Grande do Sul não tinha tendência de alta de casos desde maio. Seis regiões apresentam superlotação de UTIs. Vacinação já chegou a quase 30% da população. O Rio Grande do Sul somou, nesta segunda-feira (7), mais 71 mortes em decorrência da Covid-19. Com os registros das últimas 24h, o estado chega a 28.866 óbitos pela doença no total.
O estado também contabiliza 7.857 novos casos de coronavírus, totalizando 1.119.156 infectados desde o início da pandemia. Do total, 95,7% se recuperaram, 1,7% seguem em acompanhamento e 2,6% morreram.
Enquanto a média móvel de mortes permanece em estabilidade, o RS viu aumentar a média de casos no dia (veja abaixo).
As unidades de terapia intensiva estão com lotação de 87% no estado. Já a vacinação contra a Covid, considerando a primeira dose, já chegou a quase 30% da população (veja abaixo).
Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES), 54 do total de 71 mortes notificadas no dia ocorreram em junho. As demais 18 são de meses anteriores.
Médias
A média móvel de mortes dos últimos sete dias no RS é de 96 óbitos. Este é o quarto dia consecutivo no qual o indicador fica abaixo de uma centena, o que não acontecia desde 1º de março.
Na comparação com a média de duas semanas trás, houve redução de 7%, o que significa tendência de estabilidade.
A média de casos, por sua vez, é de 4.805 infectados com o coronavírus a cada dia da última semana. Na comparação com os números de 14 dias atrás, houve um aumento de 19%, ou seja, tendência de alta.
A última vez que o RS teve tendência de alta na média de casos foi no dia 5 de maio. Desde então, o gráfico oscilava entre tendência de redução ou estabilidade. Antes disso, a última alta acima de 15% foi em 17 de março.
Situação dos hospitais
As unidades de terapia intensiva do RS estão com 87% das vagas ocupadas. Segundo a SES, eram 2.990 pacientes internados em 3.424 leitos às 16h. Nos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a lotação é de 84%. Na rede privada, o índice é de 97%.
Do total de internados, são 1.857 pacientes com coronavírus, 144 com suspeita de Covid e 982 com outras enfermidades. São 441 leitos livres para atendimento de pacientes. Os hospitais do RS têm 2.030 pessoas intubadas em respiradores dentro de leitos de UTI.
Das 21 regiões de monitoramento Covid do estado, quatro estão com superlotação de leitos críticos (Cachoeira do Sul, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Uruguaiana). As regiões de Caxias do Sul e Santo Ângelo estão no limite da capacidade, com ocupação de 100% dos leitos.
Sete regiões estão com ocupação entre 90% e 100%. São elas, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Ijuí, Santa Rosa, Pelotas, Guaíba e Cruz Alta.
Já as regiões de Santa Maria, Erechim, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Bagé, Capão da Canoa e Taquara estão com ocupação inferior a 90%.
Fora das UTIs, o estado totaliza 3.353 pacientes com coronavírus ou suspeita da doença internados em leitos clínicos. Nos últimos sete dias, o RS registrou aumento de 118 hospitalizados nessas condições.
Atendimento em ala do Hospital de Clínicas em Porto Alegre
HCPA/Divulgação
Vacinação
Na tarde desta segunda, o RS tinha 3.350.818 pessoas vacinadas com a primeira dose do imunizante contra a Covid. O número representa 29,6% da população do estado e 63,8% dos grupos prioritários.
Desse contingente, 1.570.722 já receberam a segunda dose, completando a imunização contra o coronavírus. São 13,9% da população gaúcha ou, entre os grupos vacináveis, 29,9%.
Ao todo, o estado já recebeu 6.765.020 doses de vacinas contra o coronavírus, sendo que 80% delas já foram aplicadas.
Agente de saúde aplica vacina contra a Covid em Porto Alegre
Cristine Rochol/PMPA/Divulgação
VÍDEOS: Tudo sobre o RS