Quatro pessoas foram presas — uma em flagrante e outras três devido ao cumprimento de mandados de prisão preventiva. Ação ocorreu em Canoas e Porto Alegre. Polícia faz operação contra traficantes que aceitavam auxílio emergencial como pagamento
A Polícia Civil fez uma operação, na manhã desta terça-feira (26), contra suspeitos de tráfico que teriam criado uma empresa fictícia para que usuários pudessem utilizar o auxílio emergencial para comprar drogas. Quatro pessoas foram presas — uma em flagrante e outras três devido ao cumprimento de mandados de prisão preventiva.
Foram cumpridos também seis mandados de busca e apreensão nos bairros Guajuviras e Estância Velha, em Canoas, e em Porto Alegre.
Segundo a Polícia Civil, os investigados criaram um esquema para possibilitar que os usuários pudessem pagar pelas drogas utilizando o auxílio emergencial, benefício criado pelo governo em razão da pandemia da Covid-19. Com a empresa de fachada, os suspeitos conseguiam emitir boletos, que eram pagos com o dinheiro do auxílio.
Segundo a investigação, a principal modalidade utilizada pelos investigados é a venda de drogas através de sistema de tele-entrega. A ação recebeu o nome de Operação Caçador.
Operação foi feita em Canoas e Porto Alegre
Divulgação/Polícia Civil
VÍDEOS: Bom Dia Rio Grande