Pelo menos 35 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas entre sábado e domingo, conforme o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul. Desentendimento entre eleitor e mesária é registrado em Caxias do Sul
Até o começo da tarde deste domingo (29), 10 ocorrências de crimes eleitorais foram relatadas pela Brigada Militar (BM), como é chamada a Polícia Militar no Rio Grande do Sul, durante o segundo turno do pleito de 2020 em cinco cidades gaúchas. Nestes casos, ao menos seis pessoas haviam sido detidas.
A BM informou que oito pessoas foram detidas por boca de urna, duas em Porto Alegre e seis em Canoas. Em Caxias do Sul, um eleitor arremessou o título eleitoral no presidente de uma seção, confirma o subcomandante-geral da BM, coronel Vanius Cesar Santarosa. Já em Pelotas, houve registro de crime de injúria por ofensa ao presidente de uma seção.
Urnas substituídas e Covid-19
Já o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) divulgou que, até o momento, 35 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas, 21 somente neste domingo.
Também houve relatos de falta de luz em seções de Porto Alegre e Pelotas. Mas o órgão garante que os dispositivos para votação possuem bateria própria, com capacidade para funcionar o dia inteiro.
Assim como em todo país, eleitores registraram mesários sem utilização de proteção facial, itens considerados obrigatórios pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O órgão informa que enviou os equipamentos de segurança em combate à propagação do coronavírus aos funcionários das seções, mas que não possui condições de fiscalizá-los.
Fila para votação no Colégio Marista Champagnat, em Porto Alegre
Marco Matos/RBS TV
Ainda relacionado à Covid-19, o TRE-RS relatou “grande número” de voluntários dispensados por estarem infectados, pertencerem ao grupo de risco ou conviverem com pessoas em risco à doença. Mas ressalta a adesão de outros indivíduos para ajudar no pleito.
O órgão eleitoral estadual divulgou que 587 recursos foram examinados até o momento em 2020, principalmente relacionados a candidaturas – em 2016, foram 712. O TRE analisou outros 321 recursos de propaganda eleitoral, como direitos de resposta e remoção de conteúdos falsos.
Após os problemas técnicos ocorridos na apuração do primeiro turno, a justiça eleitoral espera que o resultado em Porto Alegre saia entre 19h e 20h. Em Canoas e Caxias, até 18h30. Já Pelotas e Santa Maria devem ter os vencedores conhecidos até 20h30.
e-Título
O aplicativo de celular disponibilizado pela justiça eleitoral recebeu uma atualização para o segundo turno e, de acordo com o TRE-RS, não deve apresentar os mesmos problemas de acesso do primeiro pleito.
O eleitor que não votar e não justificar por três vezes seguidas tem o título cancelado automaticamente. A regularização só estará liberada a partir de 9 de dezembro, mas de maneira remota por conta da pandemia do novo coronavírus.