Durante as investigações foram apreendidos R$ 8 milhões em mercadorias ilegais. Até as 9h, duas pessoas haviam sido presas. Operação investiga grupos responsáveis pelo comércio ilegal de cigarros
Divulgação / Polícia Federal
A Polícia Federal faz, na manhã desta quarta-feira (25), uma operação contra o mercado ilegal de cigarros no Rio Grande do Sul. Até as 9h, duas pessoas haviam sido presas em flagrante, uma com cigarro ilegal e outra por posse de arma de fogo. Cerca de R$ 300 mil já foram apreendidos.
Estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de Eldorado do Sul, Guaíba, Canoas, Gravataí e Cachoeirinha, todas na Região Metropolitana de Porto Alegre.
A operação tem como objetivo desarticular três grupos criminosos envolvidos no contrabando de cigarros estrangeiros.
A investigação teve início em fevereiro deste ano para apurar a distribuição de cigarros produzidos no Paraguai. Segundo a PF, os grupos criminosos adquiriam o produto no exterior, realizavam o transporte para depósitos no Rio Grande do Sul e, posteriormente, distribuíam a mercadoria ilegal para comércios da Região Metropolitana de Porto Alegre e para o Sul do estado.
Durante as investigações, foram flagrados nove carregamentos de cigarro que resultaram na prisão de 24 pessoas e na apreensão de aproximadamente 1,8 milhão de maços, avaliados em R$ 8 milhões.
Veja vídeos do Bom Dia Rio Grande