Grupo de 12 pessoas volta para o Amazonas nesta terça-feira (16). Rio Grande do Sul já atendeu 50 pacientes oriundos do Norte do país. João de Souza é um dos 12 manauaras a receber alta em Santa Maria
HRSM/Divulgação
O governo do Rio Grande do Sul confirmou, para esta terça-feira (16), a alta de 12 pacientes com Covid-19 vindos de Manaus, após o colapso da rede hospitalar da capital amazonense. O voo parte de Santa Maria, na Região Central do estado, onde o grupo estava internado desde o dia 2 de fevereiro.
Ao todo, o Hospital Regional de Santa Maria recebeu 15 manauenses. Três deles vão permanecer internados. Na primeira semana de atendimento, seis pessoas do grupo precisaram ser transferidas para leitos de UTI.
Nesta segunda-feira (15), o paciente João de Souza, de 58 anos, arrumou as malas para voltar a Manaus.
“Não tenho palavras para retribuir a forma como fui tratado, uma excelência. Os gaúchos são amáveis, dedicados, carinhosos e hospitaleiros”, afirmou.
O diretor técnico do Hospital Regional de Santa Maria, Mery Martins Neto, destacou o trabalho da equipe no atendimento aos pacientes.
“A alta desse grupo é resultado de muito trabalho. Preparamos uma ala de tratamento intensivo exclusiva para atendê-los, mas nunca deixamos de lado os pacientes aqui do estado”, disse.
Auxílio do RS
Em janeiro, o governo do Rio Grande do Sul disponibilizou sua rede hospitalar para receber pacientes de locais com o sistema de saúde em colapso. Desde então, o estado já atendeu 50 pessoas do Amazonas e de Rondônia.
Com os 12 que recebem alta nesta terça, já são 33 os recuperados no estado.
Além dos três que permanecem em Santa Maria, outros 14 pacientes vindos do Norte do país são atendidos em hospitais de Porto Alegre e de Canoas, na Região Metropolitana.
O voo de volta é feito após contato do Ministério da Saúde com o estado de origem, que se responsabiliza pelo transporte do paciente.
VÍDEOS: Jornal do Almoço