Ave estava ferida, e passou por procedimento de implante de penas. Após mais de três meses de tratamento, ela foi solta em área próxima de parque da cidade. Gavião resgatado é devolvido à natureza após receber cuidados em Canoas
Um gavião-carijó foi solto em uma extensa área verde próxima ao Parque Jorge Lanner, no bairro Niterói, em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na quinta-feira (21). O animal estava recebendo cuidados em um zoológico da cidade desde novembro do ano passado, quando foi resgatado.
A ave foi encontrada por uma família às margens da BR-448, e por conta de um corte, não conseguia voar. Ele foi levado até Zoológico Municipal de Canoas, onde recebeu tratamento e alimentação balanceada.
“Devido ao corte nas penas, situação comum de ocorrer quando as pessoas tentam manter aves em cativeiro, optamos pela realização do implante de penas, ou ‘imping’. Este procedimento permite substituir penas danificadas por penas de um animal doador”, explica o veterinário Daniel Vasconcellos, que atua no local.
Animal foi solto após mais de três meses em tratamento no zoo de Canoas
Tony Capellão/Divulgação
O gavião passou por processo de sedação para evitar o estresse durante o procedimento, e após o implante foi mantido em local com limitação de espaço para a cura completa das penas.
Mais tarde, ele foi transferido para um viveiro maior, onde pôde treinar sua capacidade de voo.
“Estamos muito felizes de poder dar uma nova oportunidade para o gavião retornar para a natureza onde é o seu lugar”, completa Daniel.
Para denunciar cativeiro ilegal e maus tratos a animais em Canoas, entre em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, através do telefone: (51) 3236-1800. Para relatar casos relacionados a animais silvestres de vida livre, fale com o Zoológico Municipal da cidade: (51) 99787-1078
Veja vídeos de notícias do RS