Juntos há 35 anos, Leotildes e Carlos não se viam desde o dia 24 de fevereiro, quando ela foi internada. Dias depois, ele também precisou de internação. Equipe de enfermagem marcou exames para os dois no mesmo dia, para que eles pudessem se encontrar. Casal internado por Covid-19 se reencontra em hospital de Porto Alegre
Internados devido à Covid-19 no mesmo hospital, porém sem se ver há quase duas semanas, o casal Leotilde de Souza Ilha e Carlos Montanha Ilha se reencontrou graças à ideia da equipe de enfermagem do Hospital São Lucas da PUCRS, em Porto Alegre: eles marcaram exames de tomografia para ambos, no mesmo horário.
RS completa uma semana de UTIs lotadas; Porto Alegre tem mais de 220 pessoas na fila de leito crítico
‘Começamos a ver o esgotamento dos nossos ventiladores’, diz diretora do Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI e clínicos em Porto Alegre
Assim, Leotilde, 61 anos, e Carlos, 57, casados há mais de 35 anos, puderam se ver brevemente. “Parecia que meu coração iria explodir! Vamos ficar ainda mais próximos agora”, declarou Carlos.
Nenhum dos dois sabia do reencontro, que foi acompanhado somente pelos funcionários do setor de tomografia.
Leotilde e Carlos se reencontraram no hospital
Divulgação/Hospital São Lucas da PUCRS
Uma das quatro filhas do casal, Carla Fernanda de Souza Ilha, acredita que o reencontro vai ajudar os pais a terem forças para enfrentar o tratamento. Mesmo com os dois ainda internados, a família diz que está esperançosa na recuperação e alta dos dois.
“Sou muito grata a todos os profissionais aqui do hospital que cuidaram deles”, diz.
Segundo Carla, a situação de Leotilde era a mais grave. Com hipertensão e pré-diabetes, ela foi internada em 24 de fevereiro, e chegou a esperar por três dias para obter uma vaga de UTI.
“Quase perdi minha mãe. Ela estava em ventilação mecânica de alto fluxo. Com o pulmão de 70 a 90% comprometido”, diz.
Com a melhora no quadro, Leotildes foi transferida para um leito clínico. Já Carlos deu entrada no hospital no dia 2 de março.
A família, que mora em Canoas, acredita na recuperação do casal. “Eles estão super bem. Hoje [segunda-feira] passei lá para dar uma rosa para ela”, comenta Carla.
Leotilde, Carlos e família
Arquivo Pessoal
VÍDEOS: Coronavírus
Initial plugin text