Prefeitura contratou serviço, que atualmente é feito pelo Samu. Unidades ficarão na UPA Rio Branco e no Hospital de Pronto Socorro. Uma das UTIs móveis terá como base a UPA Rio Branco e a outra, no Hospital de Pronto Socorro
Divulgação/Prefeitura de Canoas
A Prefeitura de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, disponibiliza duas UTIs móveis para transferência de pacientes de Covid-19, a partir de domingo (28). Uma ficará na UPA Rio Branco e a outra no Hospital de Pronto Socorro (HPS).
Até então, esse serviço era prestado pelo Samu. As duas ambulâncias, contratadas pela prefeitura, darão maior “fluidez” aos atendimenos do Samu, como diz o secretário municipal de Saúde, Maicon Lemos.
“Com o paciente Covid, a ambulância chega a ficar duas horas ocupada, porque é preciso fazer uma higienização completa do veículo após o transporte. Com isso, o Samu estará mais disponível para atender as urgências e emergências da comunidade”.
Abertura de novos leitos e restrições
Na sexta-feira (26), 14 novos leitos clínicos para Covid-19 foram abertos pelo Hospital Universitário de Canoas, para reforçar o atendimento. Vinte novos profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, foram contratados.
E em outro hospital da cidade, o Nossa Senhora das Graças, somente casos graves estão sendo atendidos, desde sábado (27), devido ao grande volume de pacientes com Covid-19 à espera por atendimento.
Casos de menor complexidade devem procurar as unidades básicas de saúde (UBSs) ou as unidades de pronto atendimento (UPAs).
VÍDEOS: RBS Notícias
Initial plugin text