Parentes de vítimas do acidente do Bâteau Mouche, ocorrido no réveillon de Copacabana, em 1988, podem ficar a ver navios.

A apreensão acontece por conta do processo de aprovação do financiamento do Renda Cidadã, projeto do presidente Jair Bolsonaro que tem como objetivo substituir o Bolsa Família, ampliar o número pessoas atendidas, aumentar o valor do benefício e suceder o auxílio emergencial.

Sem poder estourar o teto orçamentário, o presidente sugeriu ao Congresso mexer no orçamento federal. Uma de suas ideias é limitar pagamento de precatórios para financiamento de programa social. Ou seja, reduzir os recursos para quitação de dívidas da União com cidadãos e empresas que estão há anos aguardando o pagamento. É ou não é um calote federal?