Ele seguirá na Casa Civil até que seu nome seja aprovado

Otomar já exerceu o mesmo cargo no banco de novembro de 2008 a setembro de 2009

O governador Eduardo Leite anunciou a indicação do secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, para a diretoria de planejamento do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Até que a indicação seja aprovada pela Assembleia Legislativa (ALRS) e pelo Banco Central (BC), Otomar segue na Casa Civil.

Otomar começou a carreira pública como secretário-geral de Caçapava do Sul, sua cidade natal. Elegeu-se prefeito em duas gestões (1983-1988 e 2012-2016). Deputado estadual em dois períodos (1991-1994 e 1999-2002), presidiu a Assembleia em 2000 e, no ano seguinte, assumiu a presidência da Comissão Especial para tratar de assuntos de previdência.

Em 1995, foi escolhido presidente do Instituto de Previdência do Estado (IPE), cargo que voltou a ocupar entre 2003 e 2008 e entre 2017 e 2018. De 1996 a 1998, esteve à frente da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos. Na sequência, assumiu a diretoria de planejamento do BRDE, de novembro de 2008 a setembro de 2009, e cargo para o qual agora voltará após aprovações da ALRS e do BC.

Ex-secretária de planejamento, orçamento e gestão na atual gestão, Leany Lemos foi indicada por Eduardo Leite para ser a representante do Rio Grande do Sul na direção do BRDE. A partir do rodízio estabelecido entre os três Estados do Sul, acionistas do banco, ao tomar posse do cargo no início de dezembro, ela se tornou a primeira mulher a assumir a presidência da instituição.