Gabinete de Crise vai analisar as solicitações, e mapa definitivo vai ser divulgado na tarde de segunda (28). Bandeiras passam a valer a partir da terça (29) até o dia 4 de janeiro. Mapa do distanciamento controlado do RS
Governo do RS/Divulgação
O governo do Rio Grande do Sul informou que recebeu, até as 7h deste domingo (27), dois pedidos de reconsideração de bandeiras do mapa preliminar da 34ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado. As solicitações para reduzir o nível de restrições vieram de uma região e um município classificados previamente em bandeira vermelha.
É o menor número de pedidos desde a 27ª rodada, que também recebeu duas solicitações em 7 de novembro. Antes disso, houve semanas com um ou nenhum pedido, informou o governo estadual.
A classificação preliminar, divulgada na sexta (25), colocou 15 das 21 regiões Covid com alto índice de contágio e de ocupação dos hospitais por coronavírus, o que representa 76,5% da população gaúcha no nível vermelho. Apenas Guaíba, Taquara, Novo Hamburgo, Cruz Alta, Pelotas, Bagé e Guaíba apresentaram risco epidemiológico médio e, portanto, receberam bandeira laranja.
Os pedido serão analisados pelo Gabinete de Crise e o mapa definitivo será divulgado na tarde de segunda-feira (28). A vigência das novas bandeiras começa à 0h de terça (29) e se encerra às 23h59 de segunda (4).
Veja as classificações
Bandeira laranja:
Guaíba
Bagé (em cogestão)
Cruz Alta (em cogestão)
Novo Hamburgo (em cogestão)
Pelotas (em cogestão)
Taquara (em cogestão)
Bandeira vermelha:
Cachoeira do Sul (em cogestão)
Canoas (em cogestão)
Capão da Canoa (em cogestão)
Caxias do Sul (em cogestão)
Erechim (em cogestão)
Ijuí (em cogestão)
Lajeado (em cogestão)
Palmeira das Missões (em cogestão)
Passo Fundo (em cogestão)
Porto Alegre (em cogestão)
Santa Cruz do Sul (em cogestão)
Santa Maria (em cogestão)
Santa Rosa (em cogestão)
Santo Ângelo (em cogestão)
Uruguaiana
Vídeos: RBS Notícias