O centrão deve conquistar nos próximos dias mais um espaço nobre no governo: a secretaria nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania de Onyx Lorenzoni. Vai administrar um orçamento anual de 60 bilhões de reais.