Manifestação foi realizada em frente à unidade do Carrefour na Barra da Tijuca; João Alberto Silveira Freitas foi espancado na quinta-feira (19) até a morte no supermercado da mesma rede em Porto Alegre. Grupo faz protesto em frente ao Carrefour no Rio de Janeiro após a morte de homem negro em Porto Alegre
Twitter/Marcelo Adnet
Um grupo fez um protesto em frente a uma unidade do supermercado Carrefour na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na tarde desta sexta-feira (20). A manifestação ocorre após morte de um João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos, em um supermercado da mesma rede em Porto Alegre.
Homem negro é espancado até a morte em supermercado do grupo Carrefour em Porto Alegre
‘Ele pediu: Milena, me ajuda’, diz mulher de homem negro assassinado
‘Era esperto, brincalhão’, diz amigo de infância de João Alberto
Governador do RS diz que houve ‘excesso de violência’; veja repercussão
Laudo inicial da perícia aponta asfixia como causa da morte de homem negro espancado em supermercado em Porto Alegre
Manifestantes pedem o fechamento do Carrefour
Felipe Farias/TV Globo
A manifestação foi pacífica, com faixas como “Parem de nos matar!” e “Sem Justiça, Sem Paz”, usadas em protestos do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) nos Estados Unidos.
Os manifestantes também circularam dentro do supermercado com palavras de ordem e pedindo o fechamento do Carrefour.
Imagens mostram homem sendo agredido em supermercado de Porto Alegre
João Alberto foi morto na quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra.
O caso é investigado pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul.
Faixa em destaque diz: “Parem de nos matar!”
Reprodução/Arquivo Pessoal
VÍDEOS: as notícias mais assistidas do Rio nos últimos 7 dias:
Initial plugin text