O Datafolha divulgou na tarde desta quinta-feira, 19, sua primeira pesquisa para o segundo turno da corrida pela prefeitura de São Paulo.

Entre as intenções de votos válidos, que exclui brancos e nulos, o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), tem 58% e o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos (PSOL), 42%. A margem de erro do levantamento é de três pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Entre votos totais, Covas aparece com 48% das intenções de votos totais e Boulos, com 35%. Os eleitores que responderam que votariam em branco ou nulo somam 13% e os que não souberam responder, ou não responderam, são 4%.

Segundo o instituto de pesquisas, 82% dos eleitores que responderam votar em Bruno Covas estão totalmente decididos, enquanto 18% ainda podem mudar de opção. Entre os que mostraram preferência por Guilherme Boulos, 82% estão totalmente decididos e 17% ainda podem mudar o voto.

Migração de eleitorado

O Datafolha ainda mediu o índice de transferência de voto de alguns candidatos derrotados no primeiro turno: Márcio França (PSB), Celso Russomanno (Republicanos), Arthur do Val (Patriota) e Jilmar Tatto (PT).

Continua após a publicidade

Entre os que votaram em França, 38% pretendem optar por Covas e 38%, por Boulos. O PSB ainda não decidiu qual candidato apoiará no segundo turno.

Dos eleitores de Russomanno, 56% migram para o tucano e 27% para o psolista. O Republicanos declarou apoio à campanha de Bruno Covas.

O eleitorado de do Val se divide entre 47% para Covas, 15% para Boulos e 29% que pretendem votar em branco ou anular o voto. O Patriota não declarou apoio a nenhum dos candidatos.

Entre os eleitores de Jilmar Tatto, 72% declaram voto em Guilherme Boulos e 18% optam por Bruno Covas. O PT apoia a candidatura do líder dos sem-teto. 

A pesquisa do Datafolha foi encomendada pela TV Globo e o jornal Folha de S. Paulo e ouviu 1.254 eleitores paulistanos entre os dias 17 e 18 de outubro.

Continua após a publicidade