A CPI mista das Fake News recebeu nesta semana uma denúncia contra a candidata a prefeita de Salvador Major Denice, do PT. O documento acusa a chapa da petista de ter divulgado uma pesquisa de opinião falsa, sem registro na Justiça Eleitoral, o que não é permitido.

O caso vai despertar especial interesse do presidente da CPI, o senador Angelo Coronel.

O ofício, assinado pelo advogado do Avante, sustenta que a suposta fake news prejudicou especialmente o candidato do partido, Pastor Sargento Isidoro, cuja vice era Eleusa Coronel, como o sobrenome sugere, mulher do mandatário da CPI.

Trata-se de um tentativa de levar para o tapetão um jogo que já terminou, posto que em Salvador Bruno Reis venceu no primeiro turno.

 

 

Continua após a publicidade